Cloramina: descubra por que é sua inimiga

A cloramina é prejudicial à saúde e ocorre quando o nível de cloro está fora do padrão considerado normal. Veja como surge esse problema e a maneira de eliminá-lo para ter um lazer seguro.

29 Set 2017 Manutenção e limpeza de piscinas - Leitura: min.

piscinas

Pele seca, irritação nos olhos, forte odor. Normalmente esses fatores são associados diretamente ao cloro presente na água da piscina, o qual tem como objetivo eliminar as bactérias e garantir a qualidade do banho.

E não é à toda que isso acontece. Tais situações estão irremediavelmente ligadas à concentração do produto na piscina, variando as manifestações se o cloro está em excesso ou é suficiente.

Quando a dosagem de cloro está acima do normal, é comum que a água da piscina cause irritações de pele, nos olhos e na mucosa. A falta de cloro, por sua vez,deixa um cheiro forte na água, algo que, na verdade, é causado pela cloramina.

O que é a cloramina?

A cloramina é a combinação do cloro com materiais orgânicos e ambientais, como urina, suor, óleos, maquiagem, protetor solar, pólen, entre outros. Também é conhecido como "cloro combinado", já sem poder de desinfecção. Um dos primeiros efeitos é que deixa a água com um cheiro semelhante ao do desinfetante.

A cloramina se forma quando a piscina é usada em excesso ou fica um logo período sem o ajuste do cloro, apresentando por um período prolongado um nível de cloro abaixo do ideal. Com isso, a água fica desprotegida e, consequentemente, inadequada ao banho.

A cloramina faz mal à saúde?

O uso do cloro para o tratamento da piscina visa, justamente, deixar a água em condições de uso, impedindo contaminações e transmissão de doenças. Isso porque o cloro é uma substância química que elimina germes e bactérias quase que instantaneamente.

O baixo nível de cloro abre espaço para a formação da cloramina, que oferece diversos riscos à saúde:

  • irritação de pele, olhos e mucosas
  • eessecamento de cabelo
  • dor de cabeça
  • dor de ouvido
  • agravamento de alergias

Profissionais da área de saúde afirmam que a exposição constante à cloramina pode, inclusive, provocar problemas respiratórios e até a infertilidade masculina. Os problemas, aliás, tendem a afetar de maneira mais intensa as crianças.

shutterstock-288329159.jpg

Como ficar livre da cloramina?

O primeiro passo é fazer a análise de água. Cabe destacar que os kits disponíveis em lojas especializadas geralmente fazem a medição do cloro total, que é uma soma de:

  • cloro livre: percentual de cloro ainda disponível para a desinfecção;
  • cloro combinado: que já foi consumido pelos materiais orgânicos e ambientais, ou seja, a cloramina.

Para que a piscina esteja em condições ideais para o banho, é importante que o nível de cloro total esteja entre 1 a 3 ppm. Caso o valor se encontre abaixo disso, é sinal de que a cloramina necessita ser tratada.

Uma maneira de eliminar a cloramina é realizando a supercloração da água (ou tratamento de choque), fazendo com que os níveis de cloro cheguem aos 5 ppm. Entretanto, o método obriga um monitoramento constante do nível de cloro, além da impossibilidade de uso da piscina enquanto não ocorre a normalização.

Uma alternativa pode ser a aplicação de ozônio na água, que elimina as bactérias e também acaba com a cloramina. No entanto, em ambos os casos, o mais indicado é a contração de uma empresa especializada em tratamento de piscinas. Isso para que o problema seja eliminado com as técnicas devidas e para que a água fique em condições adequadas para o banho.

Fotos: por Piscinas.com

3 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em br.piscinas.com/proteccion_datos

Comentários (1)

  • Francisco Belarmino

    Muito esclarecedor gostei muito do que ele gostaria de receber manuais e explicações para a respeito de tratamento da piscina Muito obrigado pela atenção se possível for um abraço

  • Você não pode deixar de ler...